Economia da Informação

Jornais criticam plano da Apple de controlar assinaturas

Posted in Sem categoria by Flávio Clésio on 1 de outubro de 2010

De Observatório da Imprensa

Os planos da Apple de concentrar os serviços de assinaturas das versões de jornais e revistas para o iPad já causa controvérsia entre as editoras, que temem perder para a empresa americana o controle na relação com os leitores. Hoje, alguns jornais, como o New York Times, são disponibilizados gratuitamente no tablet; outros, como o Wall Street Journal, têm permissão para controlar as assinaturas de suas edições online.

O novo serviço da Apple, em que ela faria a ponte entre veículos e assinantes, desagradou às editoras justamente por afastá-las dos clientes. Segundo representantes do Journal, o novo modelo de negócios dificultaria seu acesso a qualquer tipo de informação sobre os seus leitores.

Outro ponto delicado é a discussão sobre o compartilhamento de lucros. “Não ceda o controle sobre o cliente”, diz Todd Larsen, presidente da Dow Jones & Co, que publica o Journal. Para ele, ao se permitir que empresas de fora cuidem deste relacionamento, ele se torna fragmentado. “É difícil ganhar de novo a relação com o cliente”. Informações de Mira Oberman [AFP, 23/9/10]

Anúncios
Tagged with: ,

Monopoly Wars (III) – Apple x Adobe

Posted in Sem categoria by Flávio Clésio on 12 de abril de 2010

Direto do Techcrunch mais uma notícia do front.

Steve Jobs Responds To iPhone SDK Complaints: ‘Intermediate Layers Produce Sub-Standard Apps’

“We’ve been there before, and intermediate layers between the platform and the developer ultimately produces sub-standard apps and hinders the progress of the platform.” (Steve Jobs)

Segundo o artigo assinado por Jason Kincaid:

“The gist of the article is that Apple doesn’t want a ‘meta-platform’ to exist between the iPhone and developers, as this would facilitate simultaneous development for competitors’ platforms and give Apple less control over the iPhone ecosystem.”

Steve Jobs está em uma encruzilhada que pode determinar a médio prazo (5 a 10 anos) o futuro da Apple, e consequentemente dos concorrentes; pois, ao limitar o limiar de desenvolvimento para a sua plataforma ignorando o SDK ele impõe a qualquer custo o seu padrão para o desenvolvimento de aplicações para o iPhone. É uma clara guerra de padrões que não ajuda muito o consumidor, nem aos investidores pelo o fato que a demanda reprimida sob o produto conservará alta pelo o fato dos compradores não quererem administrar o risco de comprar um produto que tornaná obsoleto devido à incompatibilidade de padrões de aplicações e de hardware. De fato é esperar o fim da guerra para realizar uma análise mais precisa dos aplicativos da Apple.

PARA LER:

KINCAID, Jason. Steve Jobs Responds To iPhone SDK Complaints: ‘Intermediate Layers Produce Sub-Standard Apps’. Techcrunch Website. Disponível em << http://techcrunch.com/2010/04/10/steve-jobs-responds-to-iphone-sdk-complaints-intermediate-layers-produce-sub-standard-apps/ >> Acessado em 12 Abr 10 às 08h10.

TAO EFFECT BLOG. Steve Jobs’ response on Section 3.3.1. Disponível em << http://www.taoeffect.com/blog/2010/04/steve-jobs-response-on-section-3-3-1/ >> Acessado em 12 Abr 10 às 08h39.